Home 1 - Lá vem o dia.
Primeiro o arquitecto fez a casa. Depois juntou-se uma realizadora para construir com o argumentista uma acção que revele o espaço e uma compositora para organizar o tempo do filme. Mas não se ficou por aqui. 20 peças de jovens artistas/designers misturam-se como adereços espalhados pela casa, tornando-a habitada.
14468
home,page,page-id-14468,page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-7.6.2,wpb-js-composer js-comp-ver-4.6.2,vc_responsive

Primeiro o arquitecto fez a casa. Depois juntou-se uma realizadora para construir com o argumentista uma acção que revele o espaço e uma compositora para organizar o tempo do filme. Mas não se ficou por aqui. 20 peças de jovens artistas/designers misturam-se como adereços espalhados pela casa, tornando-a habitada. Agora falta instalar a Internet… Mas isso já é onde a realidade passa a ficção e essa a história do filme.

( Não gostas de rifas? Não tem problemas. Há outras formas de apoiar financeiramente este projeto. Sabe mais aqui.)

PEÇAS QUE FORAM A SORTEIO

O PROJECTO

O filme são agora vários projectos reunidos num, todos juntos num trabalho que se quer comum. A equipa de produção trabalha para que o projecto chegue mais longe. “Lá vem o Dia”, chama-se o filme. Somos todos a fazer com que ele venha.

unnamed copy

ARQUIVO 237

O Arquivo 237 encontra-se no número 237 da Rua da Rosa. Este espaço físico funciona como catalisador de conteúdos os quais são arquivados na sua plataforma digital permanecendo, assim, registados no tempo e acessível a todos.

A sua programação é composta por um tema, definido anualmente, com o objetivo de ser apresentado através de debates, exposições e workshops. Paralelamante, apresenta uma programação flexível composta por eventos pontuais, exposições de curta duração, ateliers abertos, ciclos de cinema, conversas e lançamentos de projetos inéditos na cidade de Lisboa.

Visitar o Arquivo